Três instituições federais do Pará obtêm boa avaliação no Inep

Redação Por: Redação

Educação Novidades

642 Visualizações

Publicado em 19/12/2018 12:52h

Três instituições federais do Pará obtêm boa avaliação no Inep

Foto: Divulgação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC), divulgou ontem (18) as tabelas com os resultados do Índice Geral de Cursos (IGC), indicador que avalia a qualidade dos estabelecimentos que oferecem cursos de graduação e pós-graduação, referentes ao ano de 2017.

A escala vai de 1 a 5. Nenhuma das 35 instituições paraenses avaliadas conseguiu a nota máxima. A nota 4, no entanto, a segunda melhor na avaliação, foi obtida por sete instituições superiores de ensino, sendo três delas universidades públicas: Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

Com relação às instituições privadas no Pará, ficaram com avaliação 4 as seguintes instituições: Centro Universitário do Estado Do Pará (Cesupa), Faculdade Estácio do Pará - Estácio FAP, Faculdade Integrada Brasil Amazônia (Fibra) e Faculdade Metropolitana da Amazônia.

Apenas 34 instituições de ensino superior do país, entre 2.056 analisadas no ano de 2017, obtiveram conceito máximo no IGC. O índice é calculado anualmente e considera as notas dos cursos de graduação e pós-graduação obtidas de cada instituição nos três últimos anos; as notas dos programas de mestrado e doutorado a partir de dados da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior); e a distribuição dos alunos nos diferentes níveis de ensino - graduação, mestrado ou doutorado. As notas dos cursos levam em consideração o desempenho no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), mas nem todas as instituições estaduais são obrigadas a se submeter à avaliação. É o caso da USP (Universidade de São Paulo). Por isso, essas universidades não constam no levantamento do Inep.

O Pará tem cinco universidades públicas. Além das três que obtiveram a segunda maior nota de avaliação (4), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPA) e a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) obtiveram a nota 3.

Avaliação

Nenhuma instituição de ensino no Estado obteve a avaliação 1. Cinco instituições privadas obtiveram a nota 2. Esses estabelecimentos devem passar a ser acompanhadas mais de perto pelo MEC ou podem perder sua licença. As notas 1 e 2 fazem com que o Ministério da Educação dê início a um processo de supervisão junto à instituição de ensino superior, que pode provocar a redução de vagas, suspensão de processo seletivo e até em um eventual descredenciamento. Dez instituições em todo país tiveram nota 1, e 268 se encaixaram na faixa 2 do levantamento.

 

Fonte: Luiza Mello/Diário do Pará

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Carajás - Blog de Notícias